04 junho, 2013

ARTIGO - Mural de inspiração

Oláaaa!!
Td bem?

Como talvez vcs estejam acompanhando, continuo muito em busca de motivos e inspiração (q já voltou) para scrapear, e nessa busca, dessa vez centrei-me em como organizar todas as peças que nos inspiram tanto. Foi assim que entendi melhor a série In the mood to scrap da loja Two Peas e agora acredito que entendi melhor. Vamos ver juntas?
  • O que é um Mood Board ou inspiration board ou bulletin board ou painel semântico ou mural de inspiração?
É um instrumento visual de apoio aos projetos de design (...) com a busca de referências, desenvolvimento de sketches, além de instrumentos que  que auxiliam no surgimento de insights criativos (...) um mecanismo facilitador do pensamento - ABC Design.

"Um Moodboard é uma forma de comunicar um conceito, uma idéia, através de imagens, textos ou objectos, reunidos num painel elaborado pelo criativo. Este suporte permite comunicar a toda a equipa, qual o caminho a seguir...." http://www.moodboard.pt/
Fonte (ABC Design)

A própria palavra inglesa “mood” ajuda na compreensão desse instrumento, podendo ser entendida como humor, atmosfera ou mesmo um estado temporário de nossa mente - ABC Design.
(Fonte: Lauren Conrads)

É um processo de colagem que reúne fotos, imagens de revista ou internet, amostras de tecidos, desenhos, objetos, texturas e cores. (...) as referências reunidas no mood board devem ter um sentido e uma intenção que facilitem a definição e direcionamento de ideias. Deste modo, a relevância da ferramenta está mais em seu processo de criação do que em sua aparência final - ABC Design.
(Fonte: Decor8)

Por fim, os mood boards podem nos ajudar a definir nosso gosto, estilo e desenvolver novas idéias e projetos tendo uma noção da aparência que terão tendo em vista as referências apresentadas.
(Fonte: Madame cupcake)

Complicado? Talvez menos do que está aparentando.

Eu tenho que fazer um mood board para fazer um projeto de scrap? Não, mas é peça agregadora de vários itens que por si só já nos inspiram como por exemplo: 1) layout lindo; 2) poster ou peça inspiracional que não layout de scrap; 3) sketch; 4) filme ou música; 5) foto; etc...
(Fonte: Jenni Horne)

De fato, o mood board nos ajuda a organizar e ter uma breve noção de como todos os itens ficarão juntos! ;-)
  • Como fazer um mood board?
Defina o conceito do seu projeto que pode ser o projeto a ser feito: ex. álbum de casamento da minha irmã. Isso basta? Sim e não, tudo depende de quanto você quer personalizar o projeto. Por exemplo, se eu sei que o casamento é no campo, tem um jeitinho handmade e romântico da noiva e alguma influência oriental... tudo já começa a se desenhar em nossa mente, não é mesmo?

Escolha o formato mais adequado para você: se o mood board vai ser físico ou digital. Veja o quadro abaixo sobre algumas dessas diferenças:
 
Em vários sentidos há diferença, mas simplificando, o digital seria mais acessível em todos os aspectos pois não necessitaria de aquisição de revistas, etc., e a internet é uma grande fonte de inspiração e imagens, porém a grande desvantagem é que se perde todo o aspecto de contato físico com as texturas, aromas, etc., que são grandes fontes inspiradoras, considerando que o processo de criação vai muito além da simples exposição e organização de imagens.
(Fonte: Picasa)
 
Veja  muitos outros nesse link.
 
Iniciemos então o passo 2: Coleta e seleção de Imagens

Como estamos falando de scrapbook, pensemos na mensagem, no conceito que geramos inicialmente e a partir daí, pesquisemos design, cor, texturas, padrões, técnica, texto para título e journaling, fontes e desenho tipográfico e, por que não, em produtos?!! Algumas vezes iniciamos um projeto justamente porque estamos muito inspiradas pelo material novo ou um embellishment muito lindo que compramos, não é mesmo?

Vamos ver um vídeo da área de moda para nos ajudar um pouco mais a ter noção do que estamos falando?


E, mais importante que a coleta de informação (imagens, amostras, etc.), é a decisão do que deve ficar no mood board. Pense em você como um curador e não um colecionador de imagens.

Comece então selecionando itens relacionados a:
*Design: definir o design do projeto desde o início ajuda a dimensionar a quantidade material e o espaço disponível para fotos, camadas, enfeites e técnicas possíveis e isso restringe sua escolha de itens do seu mood board.

Somado a isso, o design influencia a mensagem a ser passada, pois existem diferentes tipos de sketches, alguns mais lúdicos, orgânicos, e ou outros mais quadradinhos ou geométricos.

Preveja também a necessidade de pesquisar ou desenhar mais de um sketch considerando se seu projeto é um mini-álbum ou álbum inteiro, para garantir harmonia e consistência do projeto como um todo.

Também é importante ressaltar que o design não necessariamente é um sketch. Podemos ser um pôster de filme, uma propaganda... enfim, em termos de design quase tudo pode inspirar.
(Fonte: Scrap entre Amigas - Maisa Mendonça)

*Cor: cada cor tem um significado e transmite diferentes mensagens. Somado a isso, tenha em mente as cores que a "dona" do projeto gosta ou deseja que sejam adotadas, as cores da moda e as cores da estação do ano... e não se esqueça da formação da paleta de cores, que pode ser feita baseada na roda das cores, ou ainda, paletas prontas como as publicadas aqui nos desafios do Scrap entre Amigas ou sites como Desing Seeds, que publicam paletas maravilhosas! ;-)
(Fonte: Design Seeds)

O que achei interessante nesse site foi a possibilidade de pesquisar paletas por estação do ano, natureza, alimentos, vintage, etc. e ainda ser possível editar a cor que vc tem em mãos e encontrar uma paleta que possua a cor que você escolheu:

(Fonte: Design Seeds)
Veja outros sites aqui: Colour Lovers, Color Combos, Color Scheme Designer (interessante porque você pode montar sua paleta), Big Huge Labs (paleta formada com o upload de uma foto ou imagem). Veja outras sugestões aqui.

Quando falamos em  paleta de cores,  é essencial saber traduzi-las em projetos quando temos a exata noção de como elas comportam em cada um dos meios/suportes que possuímos. O que quero dizer é fazer um inventário com todos os seus produtos e o resultado obtido com eles em diferentes texturas e superfícies, por exemplo pintura em papel comum e papel aquarela.
 

Vejamos abaixo dois vídeos que mostram esse tipo de inventário. Na realidade são vídeos sobre organização, mas se você vai fazer um mood board físico, já tem a noção exata do resultado obtido.

Esses vídeos são interessantes porque mantem seus materiais inventariados e testados em diversas superfícies.


Acesse os templates aqui: http://kathleendriggers.com/category/scrapbooking/free/download-free-scrapbooking-inventory-forms/


 *Texturas, padrões, técnicas: apesar de ter unido 3 importantes seções, a idéia aqui é ter uma visão geral do que possuímos ou podemos incluir em um projeto.

Vale aqui testar papéis, embalagens, fitas, tecidos, botões, enfeites, lembrancinhas, etc.
(Fonte: Rags to Stiches)
 
 
(Fonte: Spellbinders. Veja mais inspiração em textura aqui)

*Título, journaling e tipografia: são parte essencial do projeto e merecem especial atenção na busca de inspiração.
 
 
Para finalizar, onde buscar as imagens? Essa é fácil né? Tire muitas fotos de tudo o que te inspira! Azulejos, tecidos, paredes, portas, natureza, pessoas, paisagens... e ainda, pesquise muito na internet! O Pinterest, Instagram, Flicker, ou ainda sites como Inspiration board, que já tem vários mood boards ´publicados.

  • Como montar seu mood board
Como disse no começo, mais importa o conteúdo do que a forma, mas... que tal dar destaque dentro do seu mood board ao que vc quer dar destaque dentro do seu projeto? Faz sentido né?

Vamos ver dois videos que são continuação um do outro e o segundo é exatamente sobre a montagem do mood board.



Veja aqui como usar o evernote e o power point para montar seu mood board. É claro que vc pode usar qualquer programa gráfico para esse fim. Destaquei esses dois porque achei acessíveis.

Existem programas específicos como Sample Board (pago), Inspiration Board (não sei se é pago), Moodboard para iPad ou simplesmente use o Pinterest como seu mural! ;-)


  • Período de reflexão: pronto! Seu mood board está pronto e é melhor vc dar uma saidinha, ver a vida de novo, para quando vc sentar em frente ao seu material, dar vida ao seu mood board por meio de um projeto maravilhoso!

  • Aplicação do mood board na prática!
Vejamos o que a Margie Visnick fez: "o primeiro item que escolhi foi a bandeirola amarela porque pensei em como seria simples fazê-la com fitas e washi tape. Depois escolhi as tintas aquarela, e pensei sobre minhas tintas e sprays pegando pó na estante, e depois na maravilhosa folha de papel de scrap de cor laranja e ombré da linha da Amy Tangerine’s Yes, Please. Esse pensamento me levou a selecionar fotos de ombré laranja, pink e coral. Eu vi algumas fotos de aquarelas coloridas e flores que combinavam com o sentimento que eu queria passar para a minha página (calorosa, bonita e feminina)".


E o resultado desse mood board foi:


Notem a bandeirola amarela, o título, as cores e o uso de aquarela. Não é lindo ver a interpretação de um mood board? A impressão que me passa é que saímos um pouco de nossa zona de conforto de repetir fórmulas que nós já sabemos e que são seguras para nós e nos arriscamos um pouco mais, temos mais idéias, e o resultado final é algo além do que costumamos fazer no nosso dia-a-dia.
 
 

















Bom... acho que é só!
bjsss e muita inspiração para vcs! Bjks

9 comentários:

  1. Sueli, nem tenho palavras para descrever este artigo! MARAVILHOSO!!!!!!
    Obrigada por compartilhar!
    Beijocas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi Rô!!

      Muito obrigada!!!

      Realmente espero que seja útil!

      E super obrigada pelo apoio sempre!

      Bjs
      Sueli

      Excluir
  2. Nossa que artigo!!
    Eu adoroooo esses videos da Two Peas, mas apenas como um inspiração, porque eu tenho uma parte de mim que trava a parte criativa, que é a perfeccionista, jamais faria círculos como os do vídeo (Sing Your Song) Nem dormiria a noite pensando ahhahaha

    Mas deixa te dizer que esses artigos estão ajudando demais.

    Thanks!

    ResponderExcluir
  3. Dizer que isso é um artigo é mentira... isso é um tesouro, uma preciosidade!! Obrigada por tanta dedicação, Su!! Beijão...

    ResponderExcluir
  4. Adorei também. Utilizo bastante no meu processo criativo no trabalho, mas confesso que no scrap não. Vou tentar. BJ

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi Marcia!!
      Q legal!! Conta mais como vc faz no seu trabalho! Pode ser que nos ajude a entender um pouco mais o seu uso!
      Bjss e obrigada!
      Sueli

      Excluir
  5. Nossa, perfeito demais esse artigo. Parabéns a quem escreveu.

    Obrigada por ter compartilhado conosco.

    Meu Mood Board é todo digital mesmo. Vou juntando tudo em pastas no notebook e faço minhas criações. Funciona bem dessa forma.

    Beijos e sucesso!!!

    ResponderExcluir