02 maio, 2013

ARTIGO - E quando a motivação/inspiração vai embora?

Oláa!!
Td bem com vcs?

O tema de hj reflete bem o que ando passando e o que andei observando em alguns fóruns (aqui, aqui e no Fb do SD) por aí e que isso se repete de tempos em tempos... A falta de motivação, inspiração, vontade de fazer scrap!!! Ahhhhh????? Como isso é possível????

Sim, infelizmente é verdade. Talvez isso aconteça com scrappers que já estão há anos praticando ou que simplesmente viram seu tempo minguar totalmente, ou que sentem-se impelidas a sempre fazer projetos estonteantes aos olhos de todos, ou ainda, que estão tão mergulhadas em tendências e produtos (inclusive com os "scrap-cantos" entulhados de material), e não sabem por onde começar...

Para esse artigo estou usando como base alguns artigos dentre os quais destaco esse e essa série.

Para começar, gostaria de fazer uma reflexão, básica, que sempre está muito viva em nossa mente quando começamos a fazer scrap, porém que algumas vezes se perde por estarmos tão convictas de algumas metas, que deixamos de atender às nossas necessidades básicas que originaram nossa dedicação ao scrap:

1. Por que você faz scrapbook?
Resgatei meus motivos ao fazer uma apresentação no meu curso de inglês e consegui identificar uns 10 motivos... Você faz scrap para:
  • Documentar sua vida;
  • Lembrar das pequenas coisas, momentos especiais;
  • Compartilhar sua visão, perspectiva;
  • Expressar sua veia artística;
  • Gastar seu tempo com a família sem estar com família;
  • Preservar suas fotos de uma maneira significativa, de forma criativa;
  • Focar nos acontecimentos, pessoas e momentos que realmente valem a pena.

  • Saber seus motivos, seus objetivos, faz com o que você consiga centrar seus esforços neles. Se o tempo anda curto, então use-o de maneira que suas razões e porquês sejam atendidos. Parece óbvio não? Mas o dia-a-dia não faz esquecer deles...



    Que tal você focar em si mesma agora e fazer essa listinha de razões e torne seu scrapbook mais significativo para você mesma!

    2. Conheça a si mesmo!!! hehehe
    Está parecendo livro de auto-ajuda? hahahaha Tão óbvio quanto o primeiro, não? Pois é...
    O quero dizer com isso?

    A Alice Boll publicou 4 perfis que coincidem com 4 personagens de livro Alice no País das Maravilhas. (Não é mera coincidência a metáfora dela ;-) ) Vamos ver?

    Scrapbooker #1. The Speedster aka The White Rabbit - A Apressada(o) ou Rápida(o)
    Você é o tipo de scrapper que cria páginas maravilhosas em meia hora? Você tem um destino (objetivo) e o realiza sem se preocupar demais com pequenos detalhes. Tem a estória que quer contar em mente, as fotos prontas para o uso. Ocasionalmente se preocupa em transmitir sua estória com todo o seu potencial

    Scrapbooker #2. The Artist aka The Cheshire Cat - A(O) artista
    Sua preocupação ao produzir um projeto atem-se mais aos detalhes, produtos, tendências e técnicas artísticas e você boa em transmitir sua mensagem usando a arte.

    Scrapbooker #3. The Distracted aka The Mad Hatter - A(O) distraida(o)
    Você é um tipo distraído que mal consegue iniciar um projeto e já inicia outra atividade e que passa mais tempo olhando os materiais e "inspirações" do que realmente fazendo scrapbook.

    Scrapbooker #4. The Perfectionist aka The Queen of Hearts - A (O) perfeccionista
    Você se preocupa em não fazer coisas apenas boas, mas fazê-las sempre perfeitas. Todas alinhadas, com o número de produtos, cores e texturas conforme o planejado. Você precisa encontrar em seus materiais os itens perfeitos para seu projeto e não pode concluí-los se não os tiver e o tempo de finalização não é importante porque os projetos tem que ficar perfeitos.

    ACEITE quem você é! Por mais que esses perfis possam parecer caricatos, o conhecimento e a aceitação de seu modo de ser pode ser uma alavanca para resolver e se preparar para contornar possíveis dificuldades que encontremos no desenvolver de nossos projetos.

    Pense se vc se incomoda de alguma maneira com o tipo de perfil que tem, o tempo que dispõe e proponha mudanças, saia de sua zona de conforto e tente coisas novas.

    3. Estabeleça metas (realistas) do que você quer fazer e em quanto tempo;
    Seja realista quanto a suas metas no scrap! Vc reparou no que eu disse? Sim, nós temos metas para scrap e pode ter certeza que nós normalmente não somos realistas ao estimá-las. Queremos fazer muito scrap! Queremos pertencer aos mais badalados DTs, queremos ser professoras, queremos ter loja de scrap, enfim, nos esquecemos de nossos compromissos e que scrapbook é hobby para 99% de nós. Dessa maneira, nos frustramos ao não atingir essas metas, naquele tempo determinado. Liste todos os projetos e distribua conforme o tempo que tem. Esse cálculo mínimo já dará uma noção do que vc realmente conseguirá realizar, considerando que você pode levar em média de 1 a 2 horas para finalizar um projeto (calcule a sua média. No texto da Alice ela calculou 2,5 horas).

    Ao calcular sua lista X tempo médio que leva para realizar o projeto / por 365 dias... você pode ter a surpreendente idéia de que precisará fazer scrapbook todos os dias para cumprir com suas metas!! Ou.... diminuir a lista de metas de scrapbook (Veja a conta da Alice aqui).

    Ao repensar o que fica na sua lista de projetos, pense nos seus motivos para fazer scrapbook e vc tem real noção do que vale a pena ser feito e...

    4. Conscientize-se de seu processo criativo e do processo de fazer scrapbook;
    Sempre pensamos que fazer scrapbook tem apenas a ver com sentar e realizar seu projeto, porém muitas etapas estão envolvidas como:
    • Tirar fotos;
    • Editar fotos;
    • Imprimir fotos;
    • Comprar materiais (melhor parte ;-) );
    • Anotar, verificar anotações de dados importantes que gostaríamos de transformar em projetos;
    • Ler revistas e blogs;
    • Buscar inspiração nas galerias;
    • Pensar em como será seu projeto antes de sentar para fazê-lo.
    Tudo isso faz parte do scrapbook e tendo em mente a sua lista de projetos que quer fazer, levar em consideração em todas essas fases que falei acima. Por exemplo, se um dos seus objetivos é fazer Project Life:
    • Tire fotos de seu cotidiano, do que come, de momentos em que estão compartilhando e confraternizando;
    • Foque a edição das fotos (tamanho e tratamento da foto inclusive) nos tamanhos dos plásticos, pensando na disposição de fotos e quais ficarão juntas para dar um look mais harmonioso;
    • Encontre um serviço de impressão ou se organize para imprimir de modo que não atrase muito seu projeto, se semanal ou mensal, ou da maneira que se propôs a fazer. Já imprima no tamanho correto para não ter trabalho adicional de cortar fotos que estejam no tamanho errado;
    • Compre materiais que vai usar nesse projeto. Mantenha o foco, compre papéis que já tem o tamanho dos bolsinhos ou journaling tags especialmente feitos para esse fim; Nessa etapa, pense numa paleta de cores que se complemente e ao comprar materiais já o faça com essa paleta em mente;
    • Anote tudo o que você quer escrever no seu PL;
    • Direcione sua leitura para temáticas de como melhorar seu PL, como se organizar, etc.;
    • Direcione sua busca por inspiração a projetos que agreguem riqueza ao seu PL, pois repetir a mesma receita sempre tende a cansar os olhos e acabar com a inspiração... Foque para não "perder" muito tempo vendo lindezas por aí;
    • Considerando que o PL tem um design repetitivo, já vá pensando em como fazer cada um dos "bolsinhos" e quando dar uma espairecida e fazer um projeto mais livre para dar um refresco para a mente! ;-)
    5. Encontre mais tempo;
    • Envolva sua família no processo de criação do projeto. Peça a seus filhos, marido e familiares para escreverem o journaling dos projetos, ensine seus filhos para ajudar nos preparativos de enfeites e carimbadas... ;-) Principalmente se forem pequenos, eles vão amar!
    • Deixe seu material organizado e a mão; Carregue um caderno para anotar fatos importantes;
    • Estabeleça uma rotina para fazer scrapbook (de manhã, depois dos filhos dormirem...);
    ,

    Como se divertir com scrap?
    Uma dica fantástica: Identifique no seu processo criativo o que vc mais gosta, técnicas, materiais, e concentre a maior parte do seu tempo para scrapbook nessa atividade!

    Aproveite que já se conhece e deixe seu material organizado de modo que seja de fácil acesso a tudo o que você gosta de usar!



    6. Desafie-se;



    Mesmo que vc não esteja sentindo-se inspirada, continue fazendo, busque sketches, desafios, enfim, não se deixe levar por essa força invisível que acaba nos paralisando...

    E já finalizando, vamos ver um videozinho:


    A Jennifer Wilson deu algumas dicas para começarmos a nos tornarmos scrappers felizes!
    1. Ela sabe exatamente quais produtos tem!
    2. Administra sua culpa, aceita que não consegue fazer scrap de tudo e que talvez, faça, por exemplo, um scrapbook não cronológico;
    3. Ela aceita ser única e abraça sua história, observa e admira a produção de outras, mas ao sentar para produzir, observa seus sentimentos e os expressa por meio de sua arte;
    4. Não leva o scrapbook tão a sério assim.


    Conclusão, se tudo o que foi falado acima for mais uma camisa de força para a sua motivação e criatividade...  a Jennifer Wilson nos apresenta um videozinho singelo:


    1. Não coloque datas, simplesmente entre de cabeça no projeto e leve o tempo necessário para terminá-lo.
    2. Assegure que vc está se divertindo com o projeto. Se você identificar que isso não traz prazer, deixe-o de lado para fazer em outro horário ou não refazer o projeto.
    3. Coloque amor, envolvimento em seu projeto. Quanto mais fizer isso, mais satisfeita ficará com o resultado.

    Bom... acho que é isso! E aí? Vamos seguir em frente? Se quiserem, venham comentar e trocar experiências! ;-) Bjsssss e muito obrigada!

    21 comentários:

    1. Fantástico, Sueli!
      Me ajudou a repensar alguma coisas!

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi Cinthia!
        Q bom que gostou!!
        De verdade é um exercício bastante interno buscar suas razões e motivações para tudo na vida!!
        Bjsss e obrigada!
        Sueli

        Excluir
    2. Nossa, é exatamente o momento pelo qual estou passando.
      Tudo está dentro da minha cabeça mas não consigo colocar no "papel" e isso me deixa irritada a ponto de rasgar tudo, tenho toneladas de material mas sempre que não consigo fazer algo, penso que se tivesse mais coisas ai sim teria saído algo bom. Sou muito perfeccionista e fico me culpando e remoendo se o projeto não sai como imaginei. Estou há vários dias sem conseguir fazer algo que "preste" realmente!!!!

      Com certeza vou tentar ler o artigo outra vez com calma e procurar voltar ao Scrap.

      Obrigado

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Espero que realmente te ajude Gih!
        Pensarmos sobre nossas razões, nossos atos, traz muito mais significado à nossa vida e ao nosso hobby, não é mesmo?

        Se precisar de algo, estou por aqui ou no meu blog.

        Bjs e boa sorte!

        Sueli

        Excluir
    3. Nossa!!! Mais que providencial este artigo!! Consegui me identificar!! Muitas vezes me peguei refletindo sobre as questões colocadas aqui. E o que mais me frusta é a concorrência (implícita/velada) entre os blogs para mostrar seus layouts, produtos usados, popularidade...
      A verdade é que Scrap é uma jóia, uma terapia deliciosa, que pode ser um comércio/trabalho(para sorte de alguns), mas o mais importante é que deve ser realmente prazeroso.
      Bjs

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. oi Rose,

        Acredito que motivação tem a ver conosco mesmo e não com os outros fazem porque satisfação pessoal tem a ver com auto-aceitação. Digo por experiência própria... Qdo deixei de ser tão perfeccionista e aceitei ser mais boazinha comigo mesmo, consegui ser mais feliz com tudo o que faço! ;-)

        Bjs e boa sorte! Se quiser conversar estou por aqui ou no meu blog.

        Sueli

        Excluir
    4. Perfeito pra mim no momento! Andei totalmente desmotivada há uns meses e aquela vontadezinha está brotando novamente. Adorei o artigo! Conscientizei total! Parabéns Su!!

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Q bom Dani!! Fico realmente feliz por vc!
        Te digo q hj tb estou mais feliz e com vontade de scrappear!! ;-)
        Bjs
        Sueli

        Excluir
    5. Também me dientifico, tem muitos desafios realmente inspiradores, mais de ver tanta coisa linda acabo sem conseguir decidir o que fazer e acabo buscando algo totalmente diferente até ter certeza do que quero, daí que acabo fazendo pouca coisa.Tem toda razão...Pensei numa agenda, mais simples com espaço para determinar qual direção seguir em dias pré determinados.Vou conseguir!

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Vai sim Mila!!
        Confesso que agora tb estou mais feliz e mais inspirada!
        Nada como uma auto-análise de vez enqdo para aprumar o eixo! ;-)

        bjss e precisando, é só falar!
        Sueli

        Excluir
    6. Adorei o arttigo! Depois de 3 anos fazendo scrap passei por uma "crise existencial scrapística" hehehe... Como nunca fiz aula nem nada, tudo que parendi foi vendo blogs, revistas e participando dos desafios que são muito inspiradores. Mas depois de um tempo percebi que precisava dar um sentido maior ao que estava fazendo. Então hoje defino temas e fotos que quero guardar e divido por dia-a-dia, passeios, viagens, crescimento dos filhos... Separo as fotos e as coleções de papéis e álbuns para estes temas e quando vou fazer uma página sei exatamente o que quero fazer e só participo dos desafios se puder conciliar com o trabalho que estou desenvolvendo assim não me perco mais e vou deixando minhas memórias em dia porque para mim é isto que importa guardar momentos especiais e expressar emoção. Beijos

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Aiii Jaque!!
        É isso mesmo!!
        Realmente temos que ser fiéis ao que pensamos e ao que queremos transmitir e guardar na memória.
        Sou muito de significado! Até meus enfeites de tem significado!! hahaha
        As vezes não tem bom design, mas significado, normalmente tem!!! hahaha
        Bom, fico realmente feliz por vc porque acredito nesse tipo de scrapbook!
        Mas... cada um com a sua verdade. Isso é o mais importante! Cada um tem sua razão para fazer scrap. Na minha concepção, tem que ter estória e tem que ter significado.
        É isso!
        Bjsss e obrigada pelo comentário!
        Sueli

        Excluir
    7. Saiu hj no fb do Two Peas:
      Happy NSD! Why Garden Girl Lexi Bridges ♥ 's scrapbooking: ""I love scrapbooking because...not only am I preserving everyday moments that otherwise might be forgotten, but I like scrapping because there are no rules. If you like it and it works for you then it is perfect. I also like it because I can keep a messy desk and just say it's me being "creative" ;)"

      Gostei do não há regras e eu posso fazer bagunça e dizer que estou sendo criativa! ;-) Sueli

      ResponderExcluir
    8. Parabens! Achei que seria mais um daqueles artigos (que tambem são bons) sobre opções de temas, etc, mas foi uma grata surpresa e um verdadeiro presente suas palavras conselheiras. Thank you so much!!!
      Ju

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Muito obrigada Ju!! Espero poder contribuir para não fazer "mais um artigo sobre temas, etc"... ;-)
        Bjsss
        Sueli

        Excluir
    9. Nossa, que matéria rica...muito boa, inspiradora e reflexiva. Precisamos de mais textos assim para alimentar nossa arte e criatividade. Bj

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Fico feliz que tenha gostado Marcia!!

        Bjss e muito obrigada pelo incentivo!
        Sueli

        Excluir
    10. Achei a matéria muito pertinente a mim! Precisa destas dicas para poder organizar o meu scrap! Obrigada pelas dicas! bjs.

      ResponderExcluir
    11. Achei a matéria muito pertinente a mim! Precisa destas dicas para poder organizar o meu scrap! Obrigada pelas dicas! bjs.

      ResponderExcluir